Arquivos Mensais: Janeiro 2011

Breves IX – 2011 começa a aquecer!

♣  “Novo romance terminado. Agora é rever e enviar para o editor. Que posso dizer sobre ele, neste momento? Que é o meu preferido, para começar. E que é, será, especial. Prometo dizer mais coisas, mais concretas, mais perto da hora certa. Vai … Continuar a ler

Publicado em 2011, David Soares, Novidades, Pedro Ventura | 1 Comentário

E numa manhã de nevoeiro… Sebastião já não era!

“Aqui está ela por fim, a Edição de Luxo do Oblívio. Poupando-vos à conversa de vendedor que evidentemente acompanha a descrição do produto, deixo-vos aqui somente os conteúdos: •   «Oblívio», o tão aguardado final da saga, com encadernação em capa dura … Continuar a ler

Publicado em Sem categoria | 2 Comentários

Baralhar e voltar a dar!

Depois de uma paragem de mais de 3 anos, Pedro Ventura volta às lides literárias e desta vez afirma que “não estarei ligado a uma pseudo-editora”, apesar de manter o tabu sobre qual será o selo do seu próximo trabalho: Regresso … Continuar a ler

Publicado em 2011, Escritores Portugueses, Novidades, Pedro M R Ventura, Pedro Ventura | Publicar um comentário

Mais uma para o saco! Será da humidade?

Alfarroba Edições é a mais nova editora nacional “A Alfarroba Edições é a mais nova editora do país, prometendo em breve editar desde romances a poesia, passando por contos, crónicas, biografia, fotografia, literatura infantil e juvenil, música, livros técnicos, ensaios, … Continuar a ler

Publicado em Sem categoria | 2 Comentários

Breves VIII

Em Portugal, o desejo de se ser escritor atingiu um tal patamar de desespero/disparate que até há quem “sugira” que sejam feitas petições para que os seus escritos sejam publicados! A parvoíce parece não ter limites! Haja algum bom-senso, please! … Continuar a ler

Publicado em David Soares, Escritores Portugueses, Martin S. Braun, Rafael Loureiro, Ricardo Pinto | 3 Comentários

Actualização de Links

Adicionei o blog BUÉ DE LIVROS à minha lista de links. As duas principais razões que me levaram a fazê-lo foram: a autora leu Lovecraft; a autora classifica o que lê e não tem receio de atribuir as classificações que … Continuar a ler

Publicado em Sem categoria | Publicar um comentário